Sudoeste Paulista
Lidiane, Ana Luzia e Paulo, momento de fé Fé e devoção. Casal farturense relata a luta pela cura da filha


Comovente
Fé e devoção. Casal farturense relata a luta pela cura da filha
Colaborou: Ademilson Rodrigues - Redação Fartura
22/05/2018 • 17:34:15
Atualizada:
22/05/2018 • 16:39:47
  • Lidiane, Ana Luzia e Paulo, momento de fé
    Lidiane, Ana Luzia e Paulo, momento de fé
  • Lidiane, Paulo e Ana Luiza, História de fé e devoção
    Lidiane, Paulo e Ana Luiza, História de fé e devoção
  • A repórter Jessica Fernandes levou ao ar a história
    A repórter Jessica Fernandes levou ao ar a história
  • Ana Luzia e o amigo Gabriel que a ajudou não sentir dores
    Ana Luzia e o amigo Gabriel que a ajudou não sentir dores
  • Ana Luzia não larga a santinha de sua devoção
    Ana Luzia não larga a santinha de sua devoção
  • Lidiane e Ana Luzia na recuperação do cateterismo
    Lidiane e Ana Luzia na recuperação do cateterismo
  • Momento de seu batizado em Aparecida após receber uma graça
    Momento de seu batizado em Aparecida após receber uma graça
  • Na preparação para a gravação com o personagem Tijolinho.
    Na preparação para a gravação com o personagem Tijolinho.
  • Paulo seguiu pela passarela de joelhos com Ana Luzia
    Paulo seguiu pela passarela de joelhos com Ana Luzia

Uma história comovente e que demonstra a força de uma grande devoção envolvendo um casal farturense e sua filha de três anos se tornou pública na última semana, quando a repórter Jéssica Fernandes, do programa Campanha dos Devotos, da TV Aparecida, levou ao ar a constatação de uma graça recebida pela intercessão de Nossa Senhora Aparecida.

A história envolve o casal Paulo Cesar de Souza, Lidiane Domingues de Souza e a filha de ambos, Ana Luzia Domingues de Souza, de três aninhos.  Na ocasião, levaram a filha ao santuário vestida com roupinha de Nossa Senhora Aparecida e depois de assistir o Show dos Devotos Mirins, onde ela cantou e dançou muito com os personagens, a produção da TV Aparecida os convidou a partilhar a história de vida da filha com o Brasil.

LUTA E DEVOÇÃO

Paulo e Lidiane se casaram dia 19 de novembro de 2011 e segundo seu depoimento, sempre alimentaram o sonho de ter um filho. “Passamos um grande período fazendo” tratamento hormonal para poder engravidar com nenhum deles tendo sucesso, até que no ano da visita do Papa Francisco ao Brasil, durante a programação foi lido nosso pedido para que Nossa Senhora e o Papa Francisco nos abençoassem com uma gravidez e no mês seguinte o teste de gravidez deu positivo.

Segundo o casal, “no terceiro mês de gravidez o exame de translucência nucal constatou vários problemas com o feto e os médicos nos avisaram que haveria um óbito fetal dentro de 15 dias no máximo. Novamente com muita fé recorremos a Nossa Senhora Aparecida e todos os dias rezávamos”.

Lidiane conta que “no exame do mês seguinte o médico ficou espantado, pois o feto havia se recuperado, não tinha mais nenhum problema e o próprio médico disse que isso só poderia ser obra da fé, até que no dia 30 de maio de 2014 veio ao mundo a Ana Luzia, nasceu saudável e ao seis meses de idade toda a família viajou para Aparecida para o batizado em agradecimento de tantas bênçãos da Mãe Aparecida”.

Segundo Paulo, com o passar do tempo Ana começou a apresentar outros problemas, dentre eles, sempre que chorava dois pequenos nódulos saltavam próximo da virilha, assim, preocupados, levaram-na para realizar exames e descobriram que estava com hérnia inguinal bilateral.

Paulo e Lidiane contam que com três meses ela fez uma cirurgia e nessa primeira intervenção, Lidiane disse que ficou muito aflita, que não suportaria, mas ao mesmo tempo, pensou que a provação da fé que ambos tem seria já naquela cirurgia. Depois, Ana Luzia teve problema de coração, uma coarctação da aorta, tendo que fazer um cateterismo, “um procedimento mais arriscado, tendo ela por um triz quase chegado a óbito e acho que só não aconteceu porque Deus não quis”.

Após a cirurgia no coração e Ana Luiza passando seu primeiro aniversário no leito de um hospital, após a recuperação eles foram novamente a Aparecida do Norte agradecer por tudo ter transcorrido com muita paz, tendo tudo dado muito certo e Paulo então cumpriu uma promessa, e de joelhos atravessou toda a passarela da igreja.

Continuando o relato, disseram que em outubro de 2014 teriam que submetê-la a mais exames para avaliar as funções renais de Ana e foram surpreendidos, porque a médica encontrou uma ‘massa’ no abdômen dela, sendo orientados a procurar um hospital para tratamento de câncer. Em Londrina descobriram que ela tinha um tumor renal, estava com seis centímetros de diâmetro e Ana Luzia teria que novamente passar por outra cirurgia muito delicada, mas antes, iriam tentar a redução do tumor com a quimioterapia.

Assim, no dia 24 de novembro de 2017 foi noticiado que o procedimento havia sido um sucesso, não sendo necessária a retirada de nenhum rim. A recuperação do câncer chamado de carcinoma de células claras foi surpreendente e até os médicos ficaram espantados.

O casal relata ainda que Ana Luzia conheceu lá um menino, Gabriel, já com 10 anos e que fazia a químio há bastante tempo, então ele a ensinou como deveria fazer para não chorar. “Ele disse pra ela segurar a Nossa Senhora dela e cantar a música ‘Mãezinha do céu’ toda vez que a santa faria com que a dor passasse”.

Depois de cantar um trecho, a própria Ana Luzia disse que “comecei a fazer a químio e Nossa Senhora da Aparecida ficou segurando na minha mãozinha”. Ana ainda disse na reportagem sua pequena oração “Nossa Senhora cuida de mi. Amem!”

CONSCIENTE

Agora, com três anos de idade, os pais relatam que ela tem consciência de tudo o que está passando, mostrando uma fé gigantesca em Nossa Senhora Aparecida.  “Ela testemunha a todos que durante a cirurgia Nossa Senhora segurou sua mão o tempo todo. Sua fé é tão grande que adora rezar o terço Mariano, da Misericórdia e da Batalha, sempre louvando Nossa Senhora Aparecida”, frisou Lidiane.

Ana agora é devota mirim e ama a Turminha do Tijolinho, sempre dizendo que é um tijolinho vivo. “Tem um amor gigantesco pela Mãezinha Aparecida e pela turminha do Tijolinho, acompanhando sempre a catequese dos Devotos Mirins”, concluíram Paulo e Lidiane.

Paulo e Lidiane disseram convictos que “quando você tem a fé, você tem que procurar a Deus. Apesar de você se ver às vezes no escuro, tem que procurar a luz. E nossa luz é Deus, por isso temos que nos apegar a Ele, acreditar que as coisas vão dar certo, vão mudar, que tem um Deus maior que age por nós e que ele não vai nos abandonar”.


Ana Luzia com a equipe médica em Londrina.
Ana Luzia com a equipe médica em Londrina.






























Veja também ...

'Projeto Horta Educativa' é implantado na rede municipal de ensino de Itaí

A Prefeitura de Itaí através da Secretaria Municipal da Educação, Departamento munic...

Mais de 5 mil metros quadrados de ruas são recuperadas em Sarutaiá

Nesta semana teve reinicio as obras de recapeamentos em algumas vias centrais de Sarutaiá. Na segunda-fei...

R$ 243 mil para recapeamento asfáltico na cidade de Itaí

Na segunda-feira (04 de junho), o Prefeito de Itaí – Thiago Michelin assinou, na Caixa Econôm...

Ônibus sem freio invade garagem de posto em Guapiara

Um ônibus de passageiros acabou perdendo o freio e invadiu a garagem de um posto de combustível, em...

PT era especializada em vender as malditas pedras de crack

Em Cerqueira César a Polícia Militar prendeu PT, uma velha conhecida das autoridades policiais, pe...

Reincidente no tráfico de drogas, jovem de 24 anos é novamente preso em Piraju

Um homem foi preso em flagrante na manhã de hoje, dia 19, em Piraju, por tráfico de drogas. A a&cc...

Motorista que derrubou poste e parte da energia elétrica da cidade de Avaré estava bêbado

Cerca de 4 mil casas ficaram sem energia elétrica na noite desta sexta-feira (15), no centro de Avar&eacu...

Timburi promove várias atividades em comemoração à semana do Meio Ambiente

As Secretarias do Meio Ambiente e Educação promovem várias atividades ás crian&ccedi...

Exponel Avaré 2018: o maior show da pecuária paulista apresenta muitas novidades

Tradicional estância turística e consolidado pólo do agronegócio, a cidade de Avar&ea...

Depois de deixar Avaré 'a francesa', ABQM emite nota sobre o serviço de Equoterapia realizado na APAE

Os três grandes eventos da ABQM realizados em Avaré todo ano e, divulgado pela própria assoc...

Sudoeste Paulista
Sudoeste Paulista    •    Nossa Missão é Integrar a Região    •    Todos os Direitos Reservados