Programa Vizinhança Solidária é implantado em Itaporanga

0
113

Através de uma importante parceria entre a Prefeitura de Itaporanga e a Polícia Militar, o município está recebendo o Programa Vizinhança Solidária, que chega com o objetivo de integrar a sociedade e oferecer mais segurança aos moradores.

O Programa Vizinhança Solidária, da Polícia Militar do Estado de São Paulo, tem se sagrado como uma das mais eficientes ferramentas de Polícia Comunitária voltada para a mobilização social em prol do fortalecimento da cultura de paz, sendo resultante da militar com a comunidade, suscitando na sociedade o que é essencial nas relações humanas: a integração entre as pessoas, a preocupação mútua e a sensação de pertencimento, pois ninguém está sozinho.

O Programa tem acompanhamento e monitoramento do sargento Gama, cabos Müller e Castilho, soldado Freitas e demais policiais da corporação, visando garantir o entrosamento da sociedade civil e Policia Militar no combate ao crime e segurança do cidadão de bem.

O PROGRAMA

É um conjunto de medidas destinadas a conscientizar pessoas da comunidade da sua importância e responsabilidade na sua segurança pessoal e coletiva. Visa incentivar às ações de prevenção primária nos locais onde moram, trabalham ou estudam e, na prática, é de adesão voluntária, aberto a qualquer pessoa. Ele pode ser implantado em qualquer comunidade.

COMO FUNCIONA

O morador participante recebe uma placa de identificação do Programa, que deve ser colocada em frente a sua residência, e desta maneira, a Policia Militar saberá que sua comunidade faz parte do Programa e que a área é protegida pela vizinhança, inibindo possíveis furtos e pessoas mal intencionadas, além disso, o morador é inserido em um aplicativo de comunicação via WhatsApp, para manter um bom funcionamento do projeto e comunicação entre as comunidades que participam da vigilância solidária.

Os membros devem usar o aplicativo exclusivamente para alertar sobre atitudes suspeitas, marcar reuniões, discutir questões relacionadas à segurança e acontecimentos de interesse do bairro, e essa prevenção primária consiste nas ações destinadas a evitar ou reduzir a ocorrência de infrações penais por meio da identificação, avaliação, ou redução de condições propícias ao delito.

POR QUE PARTICIPAR

A participação aproxima os vizinhos, demonstra a importância de cada um na vigilância do local, desenvolve o segmento de responsabilidade social, dissipa as diferenças e melhora a organização urbana, e na cidade, para participar basta procurar a Polícia Militar e fazer sua adesão ao grupo.

Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade