Justiça suspende liminar que flexibilizou abertura do comércio em Fartura

0
967

A Prefeitura de Fartura, diante da possibilidade de colapso da rede pública de saúde do município, conseguiu reverter a decisão que flexibilizava abertura do comércio na cidade e revogava o Decreto de número 3.964/2021. A ação de mandado de segurança, havia sido impetrada pela Associação Comercial e Industrial de Fartura – ACIF. De acordo com a 10ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo a decisão, com data de 23 de Abril, foi suspensa. O Despacho foi assinado pelo Relator do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, Paulo Galizia.

“A decisão comprova que estamos trabalhando em conformidade com a Lei, que não cometemos nenhum ato ilegal”, enfatiza o prefeito, Luciano Filé. O chefe do Poder Executivo reafirmou, ainda, que: “o objetivo é unicamente diminuir a disseminação do vírus. Não queremos prejudicar ninguém, queremos salvar vidas!”.

O Despacho afirma que as medidas restritivas são necessárias em razão da situação de calamidade pública, que se agravou com a existência de novas variantes do Coronavírus e com o crescente número de casos e óbitos, em Fartura e em toda a região. “O Supremo Tribunal Federal reconheceu a eficácia dos Decretos Municipais para combate à pandemia da Covid-19, o que vem confirmado pela Lei 13.979/2020”, cita também documento.

“Minha consciência está tranquila e o trabalho vai continuar. A luta é de todos, dos moradores, comerciantes e do Poder Público”, frisou. “Não estamos aqui para cometer nenhum ato ilegal”, destacou. O prefeito lembra também que, no Decreto de número 3.964/2021, estavam garantidas as atividades do comércio, mas por meio de entrega (Delivery).

A decisão do Tribunal de Justiça pode ser consultada pelo Processo número 2085120-45.2021.8.26.0000. Luciano ressaltou que a Prefeitura Municipal de Fartura teve seu planejamento de ações prejudicado devido a decisão da 1ª instância, através do despacho do Juiz, Dr. Augusto Bruno Mandelli.

Mesmo após decisão do órgão colegiado, proferida na sexta-feira (23), o gestor municipal decidiu não interferir no funcionamento do comércio. O Decreto de número 3.964/2021 vigoraria até dia 25 de Abril. Neste mesmo dia, 23, o Executivo Municipal emitiu novo Decreto, de número 3.967/2021, que está vigente, atualmente, no município, em conformidade com as normativas do Plano São Paulo.–

Assessoria de Imprensa

Comunicação Oficial

Prefeitura Municipal de Fartura

Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade