Edinho assinala continuidade do trabalho realizado por Jair em Taguaí

0
134

Na manhã de quinta-feira, 22, o prefeito interino de Taguaí, Edinho Fundão, comentou sobre os últimos fatos ocorridos no município e como serão os procedimentos de agora em diante. Segundo ele, passada a surpresa de ter que assumir o município de uma forma que jamais gostaria, muita coisa ainda resta a ser entendida por ele.

A intenção, segundo ele, é dar continuidade no trabalho que Jair vinha realizando pelo município da melhor maneira possível. “É preciso seguir alguns passos, e primeiro, quero organizar o patrimônio público, para depois começar a realizar alguns trabalhos, cobrar outros e ver algumas leis necessárias de se implantar no município, mas para isso, é preciso se reorganizar primeiro, ou seja, fazer com que as coisas caminhem, para que eu possa fazer o que é preciso para os munícipes, pois assim, o que pudermos fazer para atender o usuário, estaremos fazendo da melhor forma possível”, disse.

Edinho ressaltou que em seu ponto de vista, uma das coisas necessárias no município é a infraestrutura, até mesmo embelezamento, “para depois seguirmos conforme as situações se apresentem, mas de forma organizada. Existe sim uma programação, e vamos nos organizar para segui-la o melhor possível e proporcionar um crescimento constante de Taguaí, e consecutivamente, cuidar do bem estar da população”, frisou.

Para a população e funcionários públicos, pediu paciência com ele nesse momento, “pois com certeza muita coisa ainda é novidade para mim, apesar dos anos junto com Jair, e vou precisar de cada um deles, e isso é recíproco, eles me ajudando, obviamente, vou ajudar a eles, sempre dentro da forma legal, pois farei tudo de acordo estritamente com a lei, e se não for possível por meios legais, não adianta que não vou fazer mesmo, vou estar sempre amparado na lei para que depois não seja incriminado no futuro, sem precisar ainda passar esse problemas para os funcionários”, ressaltou.

POSSE FORMAL

Sobre a posse, Edinho disse que de imediato deveria ser feita, de acordo com a lei, “porém, com respeito à família, pedi que fosse estendido um prazo de 10 a 15 dias para que possamos fazê-la formalmente, embora eu já tenha a posse em definitivo, uma vez que assumi interinamente até dia 24 próximo, e de fato, a nossa maior torcida era que o Jair voltasse ao seu cargo de direito, mas agora se tornou vacância, então automaticamente, sou agora o prefeito, não foi isso que Deus quis, mas passou essa missão para gente, porém, primeiro vamos nos organizar para então realizar a posse formal”.

SÉTIMO DIA

Pety e Edinho na missa se Sétimo Dia de Jair e Zezão – Foto Lucas Freitas

Emocionado, Edinho também frisou que na noite de quarta-feira participou junto com familiares e alguns amigos da família da Missa de Sétimo Dia de Jair Carniato, “foi muito emocionante, e ao mesmo tempo muito triste e quase irreal, porque a presença dele ainda é muito forte”, disse, lembrando também que na mesma noite, a missa foi também para Zezão Fogaça, que foi duas vezes vereador do município.

Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade