Tratoraço em prol a isenção do ICMS superou expectativas em Fartura

Pelas ruas da cidade agricultores e pecuaristas, juntamente de empresários envolvidos com o setor rural manifestaram apoio aos organizadores e repúdio ao Governador João Dória

Na tarde deste dia 7 de dezembro, em concentração no Recinto da Expofar e com inicio às 14 horas, envolvidos do setor rural da cidade de Fartura se uniram a diversas outras cidades do Estado de São Paulo em protesto a Lei que acabou com a isenção do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) aos agricultores e pecuaristas. Durante o Tratoraço vários agricultores, pecuaristas, suinocultores, piscicultores, hortifrutigranjeiros e demais empresários envolvidos com o setor manifestaram repudio ao Governo de São Paulo pelo fim na isenção do ICMS. Pelas ruas de Fartura de forma organizada e sem tumultos os envolvidos mostraram sua indignação.

 Ao retornarem ao Recinto da Expofar, lideranças dos setores prejudicados fizeram pronunciamentos breves relatando suas dificuldades com o fim da isenção. O presidente da APLEFAR (Associação dos Produtores de Leite de Fartura e Região) Edson Amaral frisou que “o Governador não deve estorvar o agricultor!”. Os organizadores do evento foram: Sindicato Rural de Fartura, APLEFAR, Cooperativa dos Criadores de Suínos, Capal – Cooperativa Agropecuária, Comercial Fartura e Agropecuária São José, Sindicato dos Trabalhadores de Fartura, Queijos da Fazenda.

A Polícia Militar esteve presente dando apoio e mantendo a ordem durante o evento. Os vereadores Anderson Lima, Marquinho Baiano, Bruno Guazzelli e Décio Martins também se fizeram presente manifestando apoio, até uma Moção de Repúdio foi enviada pela Câmara Municipal de Fartura ao Governador João Dória em forma de protesto. Segundo a Polícia Militar que fez o levantamento dos dados, estivem no Tratoraço 49 tratores, 76 carros e 10 caminhões, somando 135 veículos.

Fizeram uso da palavra os senhores Edson Amaral (APLEFAR), Eliezer Amaral, Fernanda Luvizon (Queijos da Fazenda), vereador Anderson Lima, Marcelo Andrade (Cooperativa dos Suinocultores de Fartura), vereador e agricultor Décio Martins e José da Costa (Sindicato Rural de Fartura). Em seus pronunciamentos aproveitaram para agradecer a presença e colaboração de todos, manifestaram a insatisfação ao Governo do Estado e mencionaram o nome dos Deputados que foram bem votados em Fartura e que infelizmente foram a favor da Lei que desfavorece o produtor rural.

Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade