Policiais militares são agredidos ao coibir aglomeração no centro de Fartura

0
160
Caso aconteceu no centro de Fartura

Por Ademilson Rodrigues

O que começou como uma forma de coibir aglomerações e festas em Fartura, em razão da pandemia do novo coronavírus, terminou em uma grande confusão na madrugada de domingo, 25, no centro da cidade, onde, segundo informações da Polícia Militar, o condutor de um veículo resistiu à abordagem e precisou ser algemado, o que causou revolta em algumas pessoas próximas.

O fato, segundo informações, teve início em frente à agência do banco Santander, onde às 3 horas da madrugada uma equipe da força Tática da Polícia Militar buscava, após várias diligências já realizadas, interromper um tipo de pancadão, e na ocasião, o motorista de um VW Gol passou a arrancar com o veículo à vista dos policiais, em ato provocativo, acabando por ser abordado em seguida, mas ao receber ordem para sair do veículo, disse que “não tinha homem para tirá-lo”.

Nesse momento os agentes se aproximaram para retirá-lo do carro, quando houve tentativas de agressão por parte de colegas do rapaz que estavam nas proximidades, havendo a necessidade de contenção por meio de força física e de algemas, segundo o relato dos policiais. Além disso, quando o passageiro do mesmo carro atendeu aos pedidos dos policiais e saía do veículo, pessoas que já haviam sido dispersadas retornaram e atiraram pedras e garrafas, sendo a PM obrigada a reagir com bombas.

O condutor foi posteriormente conduzido à delegacia de Taquarituba, porém, mão há relatos de feridos, sendo apenas um vídeo divulgado na internet mostrando toda a confusão do momento, que começou em frente do banco Santander e terminou em frente à Prefeitura Municipal.

Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade