Policial penal, de Fartura é agredido no CPP Ataliba Nogueira após arremesso de ilícitos

Policiail informou que todas as medidas administrativas foram tomadas contra os agressores

Da Sifuspesp

Um policial penal de Fartura foi agredido com chutes na manhã deste domingo (4) no Centro de Progressão Penitenciária (CPP) Ataliba Nogueira, em Campinas, e terminou com um ferimento no ombro e escoriações na cabeça. As informações são da Sifuspesp. Ele passou mal, apresentou dores de cabeça e vômitos, e foi conduzido ao posto de saúde para atendimento, onde permaneceu das 10h30 às 16h para medicação, realizando também exame de corpo de delito para registro de Boletim de Ocorrência no Distrito Policial.

A agressão ocorreu depois de um arremesso de ilícitos para dentro de um dos pavilhões. O servidor não conseguiu conter o arremesso, mas identificou dois dos detentos que receberam os ilícitos, pegando um deles em flagrante. Assim que pegou um dos presos, o policial penal foi cercado pelos demais detentos e impedido de conduzir os dois presos à disciplina. Outros dois policiais penais rapidamente fizeram reforço e contiveram a situação.

Continua depois da Publicidade

As celas foram trancadas no CPP. O policial penal ferido passa bem após o atendimento médico, mas além dos ferimentos, fica a sequela psicológica e à saúde mental. Foi feita notificação de acidente de trabalho (NAT), além dos demais procedimentos adotados nos casos de agressão.

O CPP tem 2.250 presos onde a capacidade é para 2.058, e além da superlotação, a agressão decorre da falta de servidores na unidade. Como a direção do SIFUSPESP tem denunciado cotidianamente, o problema tem se agravado, provocando diversas agressões a servidores e colocando em risco a segurança dos trabalhadores e da população em geral. O policial informou ao Jornal Sudoeste Paulista que todos os agressores foram identificados e todas as medidas administrativas já foram tomadas.

Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade