Limpeza do Rio Paranapanema, em Timburi, repercute na Itália

Pedaços de tambores e outros materiais foram recolhidos das margens do rio

Por Ademilson Rodrigues

Com intuito de cuidar melhor do meio ambiente e manter o local agradável, foi realizada no sábado, 19, mais uma edição da limpeza nas margens do Rio Paranapanema, começando por Timburi e se estendendo às margens da represa nos municípios de Bernardino de Campos, Ipaussu e Chavantes.

A iniciativa foi desenvolvida pela Secretaria de Meio Ambiente da prefeitura de Timburi no Camping Redondo, contando com o apoio de voluntários e parceria com os membros da Igreja Católica, sendo recolhida meia tonelada (500 kg) de lixo e objetos no rio, numa ação que durou aproximadamente três horas, envolvendo 10 embarcações.

De acordo com assessor da Secretaria de Meio Ambiente, Moacir Ambiel, desde 2009 é feita limpeza. “Sempre fazemos a ação no mês de junho, todavia, neste ano tivemos que prorrogar para o mês de setembro por causa da pandemia, mas todos que participaram foram orientados a utilizar máscara e manter o distanciamento. Todas as regras foram respeitadas e conseguimos concluir os trabalhos como planejado, além de termos plantado algumas mudas de árvores nativas no camping”, salientou.

O gestor ambiental de Timburi, Almir Fernando Minozzi (Mirinho) mencionou que a comunidade católica abraçou a causa com referência na encíclica “Laudato si”, sobre o cuidado da casa comum, na qual o Papa Francisco acrescentou formalmente o Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação no calendário católico, como um dia anual de oração, e no ano passado, ele havia convidado oficialmente os católicos a celebrarem o período completo.

Continua depois da Publicidade

“A parceria da comunidade católica tem por objetivo conscientizar os cristãos sobre a relação da humanidade com o ambiente, não apenas a natureza distante, mas, crucialmente, o lugar onde se vive e as formas pelas quais os estilos de vida e decisões como sociedade podem colocar em perigo o mundo natural e aqueles que o habitam, tanto humanos quanto outras criaturas, e esta ação em Timburi foi repercutida na cidade de Assis, na Itália, para mostrar que, independente do tamanho da cidade, todos podem fazer sua parte e colaborar com a preservação ambiental”, disse Mirinho. 

Segundo o secretário de Meio Ambiente, Andrey Rueda, o meio ambiente é bem de uso comum do povo e essencial para a qualidade de vida, impondo se ao poder público e a coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações’.

“Precisamos sempre estar unidos, para cuidar do Meio Ambiente, preservar e manter sempre limpo os rios, pois a água doce é o bem mais precioso. Amar é preservar, cuidar é respeitar! Infelizmente, há pessoas e banhistas que utilizam o Rio Paranapanema e não tem consciência de mantê-lo limpo, por mais que haja campanhas educativas nas escolas e meios de comunicação, ainda percebemos a falta de responsabilidade de alguns”, enfatizou Andrey.

Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade