Região poderá reabrir comércio não essencial

Mapa da reclassificação do Plano São Paulo

O governador João Doria (PSDB) informou nessa sexta-feira (10) que a região de Bauru poderá reabrir o comércio não essencial, após retornar para a fase laranja do Plano São Paulo. Será aberto o comércio, shoppings e serviços com restrições de abertura por 4 horas diárias ou por até 6 horas, desde que os comerciantes fechem 3 dias por semana.

O governo de São Paulo ampliou também o período de quarentena obrigatória no estado, que vai até o dia 30 de julho. Avançaram da fase vermelha, a mais restritiva, para a laranja as regiões de Presidente Prudente, Marília, Bauru, Piracicaba e Sorocaba. Registro avançou da vermelha para a amarela. A Baixada Santista passou da fase laranja para a amarela. A capital segue na amarela.

Mantiveram-se na fase vermelha – a mais restrita em que apenas atividades essenciais estão liberadas – as regiões de Araçatuba, Franca, Ribeirão Preto e Campinas, onde a taxa de ocupação de leitos de Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) continua acima de 80%.

Vermelho, laranja e amarela são as 3 primeiras fases de 5 previstas no Plano São Paulo. As mais flexíveis são a verde e a azul. Nenhuma região do estado alcançou ainda esse estágio. Os parques estaduais, assim como parcela dos municipais, também reabrem na segunda-feira em São Paulo.

Os parques temáticos terão protocolo próprio. No caso dos parques de diversão está proibido o funcionamento de brinquedos encapsulados, os locais devem operar com no máximo 60% da capacidade, as bilheterias presenciais devem ser substituídas por online e haverá acesso controlado do público, que terá que usar máscaras.