Covid-19: HC de Botucatu recebe doação de aparelho que triplicará realização de testes

Novo aparelho que chegou ao HC de Botucatu

Com o novo equipamento, será possível ampliar o volume de testes e agilizar o processo para casos de toda a região

Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) participou, neste sábado (27), no Teatro Municipal “Camilo Fernandez Dinucci”, do anúncio de um avanço importante no combate à pandemia de covid-19. Um aparelho moderno permitirá triplicar a capacidade da realização de testes diagnósticos da doença será doado à unidade de saúde.

A ação foi intermediada pela Prefeitura de Botucatu junto ao Grupo Ruas, proprietário da encarroçadora de ônibus Cai Induscar, que foi responsável pela doação do equipamento, estimado em R$ 293 mil.

A professora Rejane Maria Tommasini Grotto, responsável pelo Laboratório de Biologia Molecular do HCFMB, local onde os testes são realizados, explica que, com o novo equipamento, será possível ampliar o volume de testes e agilizar o processo. “A mesma rotina de 96 testes, que hoje demora 3 horas e 30 minutos, poderá ser rodada em 1 hora”, enfatiza.

“Além disso, teremos a extrema vantagem de o equipamento ser aberto. Podemos comprar os kits de diferentes empresas em atividade no mercado”, salienta a docente.

Parceria

O superintendente do HCFMB, André Balbi, lembra que quanto mais cedo for o diagnóstico de covid-19, mais efetivo será o tratamento e melhor a evolução do quadro do paciente. Balbi agradeceu o empenho de todos os envolvidos na parceria que permitirá a aquisição do novo aparelho, que realizará testes em casos suspeitos de toda a região de abrangência do hospital com mais rapidez.

“A parceria entre a Faculdade de Medicina de Botucatu, Prefeitura de Botucatu e a Caio chega ao seu ponto máximo. O aparelho que será doado ao HCFMB (vinculado à Universidade Estadual Paulista) vai aumentar muito nossa capacidade de diagnóstico para toda a região. Agradeço muito a esses parceiros e reafirmo que estamos sempre abertos a esses auxílios, para que possamos fazer uma gestão em conjunto”, salientou.

Fonte SP Noticias

Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade