Live, com o tema “A Tempestade vai passar” arrecada alimentos para pessoas em vulnerabilidade social de Coronel Macedo

0
22

No domingo (14/06), um grupo composto por voluntários de Coronal Macedo sendo eles: Geraldo Almeida, Isaac Monteiro, Emanuel Correia, Rodrigo Nitto, Bibiana Rodrigues, Kátia Casadei da Veiga e Luana Nunes, promoveram uma live com o tema “A Tempestade vai passar”, tendo em vista a pandemia que assola o pais, eles promoveram a live beneficente as pessoas em vulnerabilidade social do município de Coronel Macedo. Com a live eles arrecadaram alimentos não perecíveis que serão distribuídas as pessoas carentes do município.

Um dos organizadores, Geraldo Almeida comentou que: O nosso coração está transbordando de alegria e gratidão, por tudo o que aconteceu naquela tarde de domingo….A presença do Espírito Santo foi demais e estamos na escuta se Ele chamar de novo, estamos prontos para a resposta: Ei-nos aqui Senhor, capacita-nos!!”.

Outra integrante do grupo Luana Nunes, disse que: “Porque há maior alegria em dar do que em receber. Gratidão e alegria são os sentimentos que transbordam nosso coração! Nós queremos agradecer a cada um de vocês que participaram conosco dessa live, dessa tarde de louvor ao Senhor! Agradecer a todos que doaram, que contribuíram de alguma forma com esse projeto solidário! Conseguimos arrecadar ao total 37 cestas básicas, 27 kits de higiene pessoal e limpeza, 15 caixas de leite, 50 máscaras e mais alimentos que ainda estão chegando! 

[slide-anything id=’19053′]


Estávamos todos muito entusiasmados e com certeza cheios de Deus! Tudo só aconteceu da forma que o Senhor Jesus quis que acontecesse, Ele foi e É o centro de tudo. Que o Espírito Santo ilumine a vida de cada um e que Deus os abençoe sempre”, comentou emocionada pelo resultado.

De acordo com Geraldo Almeida o objetivo da live foi atender pessoas carentes do município, embora sejam atendidas por órgãos assistenciais, a Igreja Católica também abriu este espaço de solidariedade. “A pandemia e o isolamento social tem dificultado a vida de muitas pessoas, entendemos que outros órgãos assistências tem colaborado, mas muitas pessoas procuram a Igreja Católica buscando ajuda, temos muitas pessoas que nos ajudaram como Sorocaba, Itaberá, São Paulo, e os macedenses que também foram muitos solidários com a causa, ressaltando que os alimentos ainda continuam chegando. Nossos agradecimentos a todos os participantes, as pessoas que colaboraram e estão colaborando. Nosso Muito obrigado e que Deus abençoe a todos”, finalizou Geraldo.

Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade