Depois da polêmica do aumento de salários, vereadores de Barão devem voltar atrás da decisão

Vereador Kayo Bueno permanece firme em sua decisão

Vereadores devem reduzir seus subsídios para um salário mínimo

De acordo com o vereador Kayo Bueno, o único a votar contra o aumento dos subsídios de salário de vereadores, secretários, vice-prefeito e prefeito, sendo que, o que é de competência da administração municipal foi vetado hoje 22/05, permanecendo somente o de vereadores, de acordo com ele ocorreu uma reunião formal na Câmara de Vereadores de Barão de Antonina hoje (22/05) aonde ele não foi convidado a participar por motivo de ter sido o único vereador a votar contra o PL, na próxima segunda-feira deverá ter uma nova sessão para revogar esse projeto de aumento pelos 8 vereadores que votaram a favor.

PUBLICIDADE

Slide Anything shortcode error: A valid ID has not been provided

Segundo ele, vão colocar um novo projeto na próxima segunda-feira reduzindo o subsídio dos vereadores para um salário mínimo com indicações dos 8 vereadores, e ainda doar 10% do subsídio bruto ao (CRAS) Centro de Referência de Assistência Social.

Continua depois da Publicidade

“Podem colocar o projeto do salário mínimo sim estarei lá para votar com maior gosto. Podem doar 10% do salário sim, vou doar com maior gosto. Mas uma coisa eu digo o povo merece respeito, um aumento de salário nesse momento triste e difícil que estamos passando é dar um tapa na cara de todos, mas eu não fiz parte disso, tenho consciência limpa.

E quem vetou esses projetos ou vai revogar na próxima sessão meu amigo não é prefeita e nem os vereadores, foram o povo que se manifestou. O meu nome talvez não vai estar nessa indicação da diminuição do salário, mais meu nome vai estar na votação dos 8 contra 1”, comenta.


Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade