URGENTE: texto de um brasileiro que mora na Itália

0
226
Foto Divulgação

“A ignorância é mais perigosa que o covid-19, moro em Milão e só tenho uma coisa a dizer a quem acha que fechar estabelecimentos, evitar contatos e ficar em casa seja exagero, venham pra cá ver o inferno que estão os hospitais, os médicos estão enlouquecendo, sem recursos, eles tem crises de choro nos corredores dos hospitais, fazendo turnos de até 42 horas e tendo que decidir todos os dias quem deixar viver e quem deixar morrer, pois a ordem nos hospitais é acima de 60 anos perde a prioridade de usar os respiradores, tendo assim uma morte horrível, por insuficiência respiratória, morrem sozinhos pois ninguém pode ficar perto, aos parentes entregam só as cinzas, pois como ainda não sabem tudo sobre o contágio, cremam imediatamente, detalhe, é proibido reunir-se pra fazer o enterro! Quem não quer deixar de fazer algo em nome de um bem comum, deveria conversar com as famílias de mais de mil mortos na Itália, e muitos dos mortos foram contagiados pelos que não respeitaram as regras de contenção do vírus. A Itália foi negligente, tomou medidas de contenção quando a coisa já estava fora de controle, e o pior ainda está por vir por aqui. Com a demora daqui em prevenir, outros países começaram bem antes a contenção e palmas pro Brasil que está entre esses países, mas se não houver uma consciência coletiva de que não é uma simples gripe e o contágio é uma coisa nunca vista, muitas famílias vão enterrar seus pais, avós, tios e pessoas a com a saúde vulnerável, problema de pressão, coração, diabetes, renais, e os acima de 65 anos não tem a menor chance quando esse vírus desce pro pulmão e isso aconteceu em 80% dos casos aqui. Quando isso passar, não teremos mais anciãos na Itália, não está escapando praticamente nenhum, sabe quem os contagiou? Quem não respeita as recomendações do governo, jovens com saúde, que pegam o vírus e viram só um número na estatística dos contagiados, mas se recuperam de boa, ao contrário dos frágeis e idosos que o egoísmo enterra. Deus nos ajude e dê juízo a esses rebeldes inconsequentes, fantasiados de cristãos. O que é divulgado não chega nem perto da realidade que estamos vivendo. O maior meio de contágio é a teimosia, a ignorância, e o pior de todos: o egoísmo.

(Nota divulgada pelo Facebook por Monsenhor Edmilson José Zanin)

 

Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade