Polícias Civil e Militar apreendem armas e munição com jovens que ameaçavam fazer atentado em escola

0
261

As Polícias Civil e Militar cumpriram na manhã desta quarta-feira, dia 11/3, em Avaré, mandados de busca e apreensão nas residências de três adolescentes, dois com 16 anos e um com 15, suspeitos de estarem planejando pelas redes sociais um atentado no interior de uma escola da cidade.

Durante a ação foram apreendidos uma carabina semiautomática de calibre nominal 22, equipada com silenciador, um simulacro de pistola, uma espingarda de pressão, sete munições de calibre 38, munições de air soft, uma máscara, além de três facas, 18 lâminas de bisturi e os telefones celulares dos menores.

Segundo a investigação, os jovens fizeram postagens no “Whatsapp” e no “Facebook” com alusão a massacres em escolas, entre elas a que ocorreu na cidade de Suzano, na grande São Paulo, no dia 13 de março do ano passado, quando dois adolescentes invadiram o local onde estudavam, mataram oito pessoas e depois cometeram suicídio. Também foram identificadas ameaças a estudantes e funcionários do colégio.

A direção da escola onde os jovens estão matriculados desconfiou das atitudes dos alunos e resolveu acionar a Polícia, que desde então passou a monitorá-los, inclusive no ambiente escolar. A conexão com o massacre de Suzano, que completará um ano na próxima sexta-feira, foi determinante para a ação realizada hoje.

Os menores foram encaminhados à Vara da Infância e Juventude com pedido de apreensão. O pai de um dos adolescentes foi autuado em flagrante delito por posse irregular de arma de fogo. Ele passará por audiência de custódia no fórum de Avaré.

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) prosseguirá com a investigação.

Continua depois da Publicidade