Saúde orienta a população sobre prevenção e combate ao Aedes Aegypti

0
54
Agentes de controle de vetores, Eduardo Francisco Mantovani Júnior e Rafael Pavan

A Secretaria Municipal de Saúde, de Cerqueira César, por meio dos agentes de controle de vetores, Eduardo Francisco Mantovani Júnior e Rafael Pavan esteve no sábado, dia 29 de fevereiro ministrando uma palestra na E.E. Profª “Mariana Ap. Todescato”. O tema foi a prevenção e combate ao Aedes aegypti, causador da Dengue, Zika e Chikungunya, doenças que podem gerar outras enfermidades, como microcefalia. A atividade contou com a presença dos alunos, por meio do programa “Escola da Família”. Os profissionais ligados à Vigilância Sanitária, mais precisamente da equipe de CV – Controle orientaram as crianças, quanto ao combate do mosquito Aedes.

O aumento das temperaturas e o período de chuvas são propícios para a proliferação do Aedes aegypti. A população deve estar sempre atenta, tendo em vista que o combate à Dengue é uma rotina diária.Os agentes explicaram que, a situação é preocupante no município de Cerqueira César, em razão da grande quantidade de larvas do mosquito, existente no município.

Para se ter uma ideia, a ADL (Avaliação de Densidade Larvária) procedimento que mede o índice larvário, realizado em fevereiro foi de 2.35 na cidade de Cerqueira César. O número representa um grau elevado para o risco de epidemia, no município. O ADL corresponde ao número de imóveis em que foram encontrados recipientes com a presença com larvas do mosquito Aedes aegypti.

“Este é o maior número já registrado nos últimos anos, desde de 2011 quando a cidade teve um surto de Dengue”, disseram os profissionais de saúde. Em outubro de 2019, o índice no município foi de 0,34. Os parâmetros estabelecidos pelo Ministério da Saúde preconizam o índice abaixo 1,0 como limite ideal. No entanto o resultado de 2020 coloca a Secretaria de Saúde em alerta.

Com o objetivo de reduzir a infestação do mosquito na cidade de Cerqueira César, a secretaria de Saúde está intensificando ações de combate ao vetor. O projeto “Cidade Limpa” vai ocorrer de março a maio no município. A campanha de limpeza pública visa a remoção de recipientes, que possam servir de criadouro para Aedes aegypti. O projeto é uma iniciativa da TV TEM em parceria com as prefeituras municipais. A campanha “Cidade Limpa” é um mutirão que coleta entulhos, com objetivo de prevenir doenças e outros transtornos urbanos. (Comunicação Prefeitura)

Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade