Polícia Civil prende homem que cultivava maconha na Ponte Alta

Um engenheiro florestal de 34 anos foi preso em flagrante na tarde desta quinta-feira, dia 27/2, em Avaré, por cultivar maconha em uma propriedade no bairro Ponte Alta. A plantação foi descoberta durante trabalho de inteligência conduzido por policiais civis da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (DISE) e do Grupo de Operações Especiais (GOE).
De acordo com o boletim de ocorrência, no local foram encontrados vários pés já formados da planta, todos de porte grande, bem como algumas mudas acondicionadas em uma bandeja de plástico própria para esse cultivo. O material foi levado para o Plantão Policial onde, depois de aferido em balança de precisão, resultou no peso bruto de 6 quilos e 640 gramas.
Ainda segundo a ocorrência, o investigado não estava presente no momento da chegada dos agentes. As buscas, porém, só tiveram início depois que ele foi localizado em um restaurante da cidade, do qual é sócio. Após acompanhar os trabalhos, o suspeito recebeu voz de prisão por tráfico de drogas.
Amostras das plantas foram encaminhadas ao Instituto de Criminalística de Avaré, órgão responsável pela elaboração do laudo que deu resultado positivo para maconha. O documento embasou a prisão em flagrante.
O autuado está recolhido provisoriamente em uma das celas do Plantão Policial. Ele passará por audiência de custódia marcada para amanhã às 11 horas, no fórum local. Se permanecer detido, será transferido para o Centro de Detenção Provisória do município de Cerqueira César.
A legislação especial criminal impõe pena de reclusão de 5 a 15 anos e multa para o crime de tráfico de drogas.

Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade