Uma idosa morreu | Mototaxista testemunha de acidente com viatura da PM é suspeito de estelionato

O mototaxista que era tratado como testemunha do acidente com a viatura da Polícia Militar que matou a idosa Leda Corrêa Rodrigues de Melo, em Itapeva (SP), foi preso nesta terça-feira (25) suspeito de tentativa de estelionato registrada em 2019.

A vítima Leda Corrêa morreu depois que encontrou uma equipe policial e disse que havia recebido uma ligação de que um parente estava sequestrado, e estava indo ao banco com o mototaxista. Ela e o rapaz entraram no veículo da corporação para que os PMs pudessem apurar o caso, quando a viatura capotou na vicinal Faustino Daniel da Silva.

De acordo com as informações da Polícia Civil, após o acidente, investigadores constataram que em 2019 uma outra idosa foi vítima de estelionato.

Na época, ela registrou boletim de ocorrência legando que recebeu a ligação de um homem que se passava pelo sobrinho e pediu R$ 1,8 mil para pagar um guincho porque o carro dele teria quebrado.

A polícia suspeitou da ligação dos dois casos de estelionato e chamou a vítima de 2019 à delegacia, que reconheceu o mototaxista.

Ele foi preso por tentativa de estelionato e foi encaminhado para a cadeia de Capão Bonito (SP). A polícia instaurou um inquérito para investigar se há mais envolvidos e se ele também está envolvido na tentativa de estelionato praticado contra Leda Corrêa.

Fonte: G1

Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade