PB anuncia formação de reservatório

0
922
A equipe do Jornal Sudoeste Paulista registrou o início das obras (Foto Arquivo)

Enquanto as represas de Chavantes e de Jurumirim, sofrem com a baixa das águas, provocadas pela concessionária CTG Brasil, que administra as hidrelétricas na região, recentemente a empresa PB Produção de Energia Elétrica, comunicou que após cumprir todas as etapas de licenciamento ambiental necessárias, iniciará a formação do reservatório da PCH Ponte Branca, o que deve aumentar o nível do Rio Pardo.

O enchimento do reservatório acontece por meio do fechamento parcial das comportas. Com a operação, o lago artificial ganhará o formato definitivo. O nível da água do Rio subirá do terço da Usina, que fica em Águas de Santa Bárbara, até 1 quilômetro rio acima, a partir da Rodovia Castello Branco, em Iaras.

O Rio Novo também terá seu nível um pouco elevado. Este momento é um marco importante pois representa a conclusão das obras civis e o início da última fase, até a geração de energia elétrica, o que reflete que todas as obrigações foram cumpridas pelo projeto, tanto com a sociedade como com o meio ambiente.

Com o reservatório cheio, as obras concluídas e as licenças de operação emitida pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb-SP), a PCH poderá gerar energia, o que está previsto ainda para o 1º semestre de 2020.

A PB informou que a supressão vegetal da área do reservatório será feita respeitando todos os pré-requisitos legais e ambientais e durante a supressão (corte de árvores) toda a fauna será afugentada para áreas de mata preservada e aqueles não conseguirem se deslocar serão resgatados e levados até locais apropriados, chamadas áreas de soltura. Equipes também realizarão durante o enchimento do reservatório em 2020, o trabalho de resgate da flora.

 

Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade
Continua depois da Publicidade